Resumão Tribos e Impérios – Eps67

Publicado em

Data

Resumão Tribos e Impérios – Eps67

A batalha decisiva finalmente começa na Província de Han. Os rebeldes avançam contra o exército Muru, e são recebidos com vários tiros de flecha. Enquanto isso, Muru Shuo retorna a pé para a cidade de Tian Qi.

O Imperador Muyun Qin expõe toda a situação sobre a pressão que está sofrendo, e pede conselhos para Muyun Sheng e Han Jiang. Ele anuncia que voltará a comparecer na corte real.

Na Província de Han, Helan Tie Yuan ordena que a Princesa Jing seja usada como refém, e ela é amarrada bem no meio do campo de batalha. Shuofeng He Ye não concorda com isso, ele não admite que eles usem uma mulher como escudo. He Ye então inflama os guerreiros para avançarem contra os Muru, com gritos de “até a morte”. Um confronto muito sangrento tem início.

A jovem Feng Ting Chang, da tribo dos Alados, encontra uma antiga pintura que Sheng fez de Pan Xi e faz ele lembrar da amada. Sheng ordena que a jovem seja solta, e deixa que ela leve a obra de presente, pois, segundo ele, ela vive em seu coração e ele não precisa de nada para lembrar dela.
Feng Ting Chang então oferece a Sheng o impulsionador da mente como retribuição. Segundo ela, isso pode fazer ele recuperar seus poderes temporariamente, mas deve ser usado com moderação.

Os rebeldes em Han contam seus mortos durante uma pequena trégua. São muitas as baixas de Helan Tie Yuan, mas ele confia ainda que a vitória final será sua.
Depois de um breve ritual a Deus Pandar em homenagem aos mortos, os guerreiros da província tentam nova investida contra os Murus.
Enquanto isso, o exausto e completamente debilitado Muru Shuo se aproxima finalmente da cidade de Tian Qi.

O senhor Mo encontra o antigo sumo sacerdote do Grande Império Duan, Ling He Qing. Ele diz que agora esse posto é seu e que a antiga Seita Real de Adivinhação está condenada, ninguém mais acreditaria nela. Todos agora adotaram a Seita de Adivinhação Mental dos Alados, que foi introduzida por ele.

Veja também